Vaticano clama pela criação de uma "autoridade pública com competência universal".

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O Vaticano anunciou nesta quarta-feira ter preparado um documento para a reforma do sistema financeiro internacional no qual convoca a criação de uma "autoridade pública com competência universal".

O documento será apresentado na segunda-feira à imprensa e foi elaborado pelo Conselho Pontifício Justiça e Paz, liderado pelo cardeal africano Peter Kodwo Appiah Turkson.

"A reforma do sistema financeiro internacional na perspectiva de uma autoridade pública de competência universal" é o título do documento, que ainda não teve seu conteúdo divulgado.

O Vaticano apresenta assim propostas concretas perante a crise econômica e social que afeta o mundo desde 2008.

Bento XVI se pronunciou em diversas ocasiões a favor de uma "intervenção pública" e denunciou o sistema econômico atual e suas consequências sobre os setores mais pobres da população, em particular os camponeses.

"A crise financeira mundial demonstrou a fragilidade do sistema econômico atual e das instituições a elas conectadas", declarou o Papa em abril.

Para o chefe da igreja, é "um erro considerar que o mercado é capaz de se autorregular, sem a necessidade de uma intervenção pública e sem referências morais internacionais", escreveu.

Na segunda-feira, em uma mensagem enviada à Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) pelo Dia Mundial da Alimentação, Bento XVI fez um pedido a favor dos agricultores de todo o mundo. "É preciso investir no setor agrícola", disse.

Em julho, o Papa condenou firmemente a "especulação financeira" com alimentos. "O quadro internacional e as frequentes preocupações causadas pela instabilidade, junto com o aumento dos preços dos alimentos, requerem propostas concretas e necessariamente unitárias para obter os resultados que os Estados não podem garantir individualmente", ressaltou na época.

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5422286-EI8142,00-Vaticano+elabora+plano+de+reforma+economica+mundial.html

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

COLAPSO DA ECONOMIA, CALOTE E FIM DO EURO

sexta-feira, 22 de julho de 2011

O maior perigo isolado que se apresenta agora na crise da zona do euro é que os acontecimentos estão avançando rapidamente demais para a complacente liderança política da Europa. Na semana passada a crise chegou à Itália. E a União Europeia olhou para o outro lado.

Foi um erro enorme adiar uma cúpula de emergência da UE (União Europeia) para a quinta-feira desta semana. O Conselho Europeu já deveria ter dobrado ou triplicado o tamanho do EFSF (Fundo Europeu de Estabilidade Financeira), o fundo abrangente de resgate. Deveria tê-lo flexibilizado, permitindo que comprasse obrigações nos mercados secundários. O conselho deveria ter forçado o encerramento da discussão sobre como lidar com investidores privados, que compraram obrigações soberanas gregas.

Em lugar disso, o conselho permitiu que seus ministros financeiros se atolassem em detalhes técnicos entediantes, sem conseguirem tomar uma decisão. Angela Merkel disse que não havia necessidade de uma cúpula imediata. A chanceler alemã fez o que ela vem fazendo ao longo da crise: escondeu-se por trás dos procedimentos oficiais. E, como o teste de estresse dos bancos na sexta-feira passada não passou de mais um exercício cínico de opacidade, o conselho precisará tomar os primeiros passos para resolver a confusão dos bancos ao nível da zona do euro. Ele não o fará. A crise está avançando rápido demais. Dentro de algumas semanas, a necessidade impôs a passagem do plano A para o plano B e depois para o plano C. O plano A era a austeridade. O plano B reconhece a necessidade de alívio da dívida, através de alguma combinação de uma transferência fiscal e uma contribuição por parte dos detentores de obrigações. O plano C prevê a ampliação da proteção dada pelo EFSF de modo a poder proteger a Espanha e a Itália.

A Europa ainda está reclamando e fazendo estardalhaço sobre o plano B, e a Alemanha exclui o plano C. A esperança dos líderes é que o plano B torne desnecessário o plano C. Isso poderia ter sido o caso algumas semanas atrás. Mas por que uma decisão de infligir perdas aos bancos ajudaria o sentimento do mercado em relação à Itália, agora?

É difícil compreender porque os mercados decidiram entrar em pânico em relação à Itália neste momento particular. Houve um gatilho, é claro, mas os problemas da Itália não são novos. O país precisa crescer 2%-3% ao ano no longo prazo para poder permanecer na zona do euro. Ou, então, precisa reduzir suas taxas de juros. Os mercados compreendem que a política italiana dificulta a primeira opção, enquanto a política alemã dificulta a segunda. Se aceitamos as restrições impostas pelo pertencimento à zona do euro, o baixo crescimento da produtividade e os juros altos como elementos dados, a Itália está insolvente. Uma dessas restrições terá que ceder.

Cinco anos atrás eu estive entre os que argumentaram que a probabilidade de um colapso da zona do euro era praticamente zero. No ano passado eu escrevi que ela não era mais trivial, mas ainda era pequena. Desde então a probabilidade de isso acontecer vem aumentando constantemente, não devido à própria crise, mas devido à resposta política a ela. Hoje eu avaliaria em 50% a chance de uma fragmentação da zona do euro. Isso, não porque eu ponha em dúvida a promessa do Conselho da Europa de fazer o que for preciso para salvar o euro, mas porque receio que ele tenha esperado até ser tarde demais para agir. O conselho pode estar disposto a agir, mas não vai conseguir cumprir o que prometeu. Como argumentei na semana passada, um título da zona do euro será a única solução para a crise. Mas esta opção vai ficando progressivamente mais cara, e, politicamente falando, menos realista, a partir do momento em que aumenta o "spread" (a diferença entre o preço de compra e venda) dos títulos de países grandes.

A liderança política da Europa vem cometendo e continua a cometer um erro de categoria em sua abordagem à crise. Esta não é uma crise de um país pequeno na periferia da zona do euro. Tampouco é uma crise provocada pelas agências de classificação ou por especuladores. É uma crise sistêmica de uma união monetária que se recusa a ser uma união fiscal.

Ouço com frequência que Angela Merkel, em especial, já avançou muito em relação a sua posição original, 18 meses atrás, quando ela excluiu a possibilidade de qualquer ajuda à Grécia. Mas hoje a crise está avançando em um ritmo que supera o limite de velocidade política da chanceler alemã.

Na semana passada Giulio Tremonti, o ministro das Finanças italiano, comparou Merkel a uma passageira de primeira classe do Titanic. A indignação dele é compreensível. Hoje a própria reação flegmática de Merkel se tornou um dos fatores a intensificar esta crise financeira, e as pessoas a culparão, com razão, por qualquer acidente sério.

O conselho que ofereço a Tremonti é confrontar Merkel. Seu governo deveria agora adotar uma estratégia de duas frentes. A primeira parte é o que eu chamaria de "plano D". Trata-se de um plano de emergência a ser tirado da gaveta se Merkel, como Martinho Lutero, continuar a dizer que "não pode fazer outra coisa".

"D" simboliza desvalorização ou calote ("default"). Que fique claro: não estou afirmando que a Itália deveria sair da zona do euro. Estou dizendo que a Itália deveria se preparar para essa eventualidade. Em especial, a Itália deveria assinalar a Merkel que só poderá continuar como membro da zona do euro se suas taxas de juros forem reduzidas. E tenho dificuldade em visualizar como qualquer outra coisa que não seja uma obrigação da zona do euro será capaz de conseguir isso.

Não importa o que venha a acontecer, a Itália também precisará de um programa acreditável para fazer sua produtividade crescer no longo prazo.

O plano D provavelmente assinalaria o fim da União Europeia tal como a conhecemos. Desconfio que nem mesmo Angela Merkel vai querer ir tão longe assim. A procrastinação levará ao colapso.

A UE tem escolhas importantes a fazer nos próximos dias.

FOLHA

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Crises, epidemias, fome, e erupções solares, serão parte da rotina global

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Um relatório da organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) afirma que grandes choques na economia global deverão ser mais frequentes e causar mais problemas econômicos e sociais.

O relatório Future Global Shocks afirma que o contágio de eventos como uma crise financeira ou uma epidemia deve aumentar devido à crescente interconectividade da economia global e a velocidade com que pessoas, mercadorias e informações viajam.

O documento analisa cinco grandes riscos em potencial para os próximos anos: uma epidemia, um ataque de hackers que poderia prejudicar o funcionamento de partes importantes da infraestrutura mundial, uma crise financeira, problemas socioeconômicos e uma tempestade geomagnética.

O relatório da OCDE detalha como os incêndios que destruíram um quinto da lavoura de trigo da Rússia em 2010 levaram ao aumento dos preços de alimentos nos mercados globais.

Estes aumentos, por sua vez, desencadearam as rebeliões no Oriente Médio e Norte da África.

Preços de alimentos e epidemias
De acordo com o documento, a relação entre a destruição das lavouras de trigo da Rússia e o levante dos países árabes mostra como a resposta do governo russo aos temores de falta de alimentos combinada com as enchentes na Austrália e Canadá, geraram os aumentos dos preços dos alimentos no mundo todo.

"Especialistas hoje reconhecem que o alto preço dos alimentos forneceu o ponto de ruptura para os inúmeros movimentos de protesto que ocorreram no Oriente Médio e Norte da África", afirma o relatório.

Ao falar sobre a ameaça crescente de epidemias, o relatório da OCDE cita a gripe H1N1 em 2009, como um "caso que representa o contexto moderno do risco de um choque global devido a uma epidemia".

Segundo o documento, o caso de 2009 "dá oportunidade para aprender a lidar com uma epidemia, o que funciona e o que não funciona, como as tendências macroeconômicas, como o aumento da população, globalização, uso de redes sociais, mudanças demográficas e interdependências influenciam o risco".

Para a OCDE existem grandes lições aprendidas depois da epidemia da gripe H1N1, sendo que a primeira delas é que não há informações suficientes disponíveis para serem compartilhadas em tempo real a respeito de relações de risco da epidemia.

O relatório também destaca que existe uma enorme falta de planejamento para a criação e aplicação de medidas médicas para enfrentar a doença - incluindo a distribuição de remédios e vacinas - e também medidas não relacionadas a cuidados médicos como programas de informação pública, e recomendações para restrições de viagens e reuniões (fechamentos de escolas e locais de trabalho, por exemplo).

A OCDE também afirma que são necessários esforços básicos de pesquisa, financeiramente sustentáveis, para basear a preparação, resposta e reconstrução, antes, durante e depois de uma epidemia.

'Consequências catastróficas'
Segundo o documento, "nos últimos seis anos as ameaças naturais causaram consequências catastróficas em todo o mundo. Tsunamis, furacões, enchentes, terremotos e erupções vulcânicas causaram centenas de milhares de mortes e prejuízos de bilhões de dólares".

No entanto, o documento destaca as tempestades geomagnéticas ("uma espécie de manifestação do clima espacial"), que reconhece ser bem menos frequente, mas com potencial para causar danos em todo o mundo.

"No passado, as tempestades geomagnéticas prejudicaram bens baseados no espaço e também terrestres como redes de transmissão de energia elétrica. Transformadores de extra-alta voltagem e suas linhas retransmissoras (...) são particularmente vulneráveis a correntes geomagneticamente induzidas causadas pela perturbação do campo geomagnético da Terra."

Para a OCDE, a perda simultânea destes bens pode causar um colapso e levar a interrupção do fornecimento de energia elétrica em cascata.

Desastres e choques
O relatório da OCDE afirma que apesar de desastres em larga escala fornecerem um ponto de referência para o planejamento dos governos, choques globais terão consequências bem mais dramáticas e exigirão novas abordagens para melhorar a cooperação e coordenação internacional.

Para a organização, é preciso aumentar os esforços para conseguir mais informações e uma variedade de modelos de simulação para melhor prever e avaliar choques em potencial.

O documento também afirma que é preciso aumentar os recursos destinados à vigilância e monitoramento de ameaças e sistemas de alerta, além de adotar uma abordagem coordenada entre os vários países, para reduzir ou paralisar as ameaças antes que elas se proliferem.

Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Batalha do Armagedom faz Israel realizar maior exercício de guerra de sua História

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Israel realiza nesta quarta-feira o exercício de guerra mais abrangente já feito no país, prevendo um cenário em que grandes cidades seriam atacadas por mísseis disparados a partir de Líbano, Síria, Irã e Faixa de Gaza.

Pela primeira vez na história das simulações de guerra do país - realizadas anualmente - membros do governo participam do treinamento, se abrigando em um bunker nuclear, recentemente construído na região de Jerusalém.

De acordo com o jornal Yediot Ahronot, o bunker se encontra em um lugar secreto, escavado embaixo de montanhas próximas de Jerusalém, e foi construído de forma a ser "imune" a ataques de mísseis e de armamentos não convencionais, inclusive nucleares.

O novo bunker também conta com meios de comunicação considerados como os mais avançados do mundo. Neste exercício, pela primeira vez as autoridades utilizariam redes de telefonia celular para alertar os habitantes do país a entrar em abrigos antiaéreos, com o soar das sirenes.

O treinamento inclui o soar de duas sirenes de alarme, uma às 11h e outra às 19h (horário local), que seriam ouvidas em todas as regiões do país. De acordo com o vice-ministro da Defesa de Israel, Matan Vilnay, o objetivo é treinar a população a correr para os abrigos, tanto em locais de trabalho como em residências.

Para Vilnay, o exercício realizado em Israel "é o maior treinamento desse tipo no mundo inteiro". "Na próxima guerra o setor civil se tornará uma frente de batalha em todos os aspectos", afirmou o ministro, acrescentando que o objetivo principal do exercício é aperfeiçoar a coordenação entre órgãos públicos civis e militares.

Mísseis químicos
Entre os cenários considerados estão a eventualidade de ataques com mísseis químicos contra cidades israelenses, a explosão de aviões de caça em áreas residenciais e a necessidade de evacuar rapidamente milhares de civis de áreas ameaçadas.

Em caso de ataques químicos, piscinas públicas serão utilizadas para atender pessoas contaminadas por substâncias tóxicas. A reportagem da BBC Brasil esteve na rua Allenby, uma das principais de Tel Aviv, quando a sirene das 11h soou.

Apesar do chamado, a maioria das pessoas continuou a andar normalmente, e donos das lojas não correram para abrigos antiaéreos. A maioria afirmou que nem sabia para onde deveria correr se houvesse um perigo real. Nos centros das grandes cidades de Israel, as construções são antigas e os prédios não possuem abrigos antiaéreos.

Indagado sobre a reação das pessoas que não correram para os abrigos, o ministro Vilnay respondeu que "o mais importante é lembrar as pessoas da possibilidade de um ataque maciço contra Israel e estimulá-las a pensar em quais lugares se abrigariam no caso de um alarme verdadeiro".

De acordo com as avaliações dos serviços de Inteligência de Israel, o grupo xiita libanês Hezbollah, assim como Síria e Irã, têm milhares de mísseis prontos para lançar contra as cidades israelenses. O Hamas, que controla a Faixa de Gaza, também teria centenas de mísseis com o alcance de cerca de 60 km, que poderiam atingir as cidades do sul e do centro de Israel.

Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Festival de vulcões: Depois de Europa e América do Sul, agora é a África. O que está acontecendo no mundo que não estamos sabendo?

quinta-feira, 16 de junho de 2011




O que tem acontecido no mundo? Desculpe, mas vejo pouquíssimos minutos de TV por mês... Ela me inoja... Quase vomito ao saber que este aparelho apenas tem servido para distrair e enganar a massa...

Será que o nosso planeta está maluco? Alguma coisa errada está acontecendo, sem que possamos saber...

Depois dos vulcões na Europa, América do Sul, agora é a vez da África... (Veja aqui)

As cinzas do vulcão chileno já atravessaram o oceano e chegaram até a Nova Zelândia e Austrália... (Veja aqui) Por aqui, centenas de voos cancelados e aeroportos argentinos e uruguaios fechados... (Veja aqui)

Pois é, pelo que eu lembro, nunca vi tantos vulcões, terremotos e tsumanis acontecerem em tão pouco tempo... O mundo vem sendo coberto por nuvem vulcânica... Há alguma finalidade para isso?

Além disso, tantos tornados e ciclones...

O que será que está acontecendo?

Será o HAARP brincando de "tiro ao alvo"? Pode ser...

Ou então algo está influenciando a Terra, como por exemplo, as tempestades solares (veja aqui), ou a aproximação do cometa Elenin...

Por que a NASA está tão preocupada em alertar os funcionários e familiares para se prepararem para uma emergência?

E mais, além dos acontecimentos na natureza, pouquíssimo se fala sobre as guerra nos territórios árabes... O que está acontecendo na terra de Kadaffi? E o Iêmen? E a Palestina? Como está a Espanha?

Muito tem se falado sobre os Bilderbergs... Sim, mas e o resto do mundo?

Será que desta vez estão tendo sucesso para ocultar a verdade dos acontecimentos?

Qual será a estratégia deles?

Vamos ficar atentos!




Fonte:

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Bebê de dois meses que fala na Nicarágua, é tido como sinais dos tempos



Um bebê de dois meses deixou seus pais espantados quando, depois de tomar leite, pronunciou as primeiras palavras em uma comunidade camponesa da Nicarágua, revelou a imprensa nesta quarta-feira.

"A primeira palavra que falou foi para mim; disse mamãe", relatou Isabel Mendoza ao El Nuevo Diario.

"As palavras que disse foram mamãe, papai, 'pipe' (menino)", afirmou a mulher.

O pai, Antony Huete, contou que seu filho, que possui o mesmo nome dele, pediu-lhe uma vez "água, água".

A avó materna do menino, Rosa Álvarez, contou que no início não dava crédito a esta história, até que ouviu o bebê dizer "água".

"Pediu água ao pai", relatou.

O caso insólito ocorreu na comunidade de El Palmar, no município costeiro de Tola, departamento de Rivas, perto da fronteira com a Costa Rica.

O jornal afirmou que alguns moradores temem que isto seja um sinal de que o fim do mundo se aproxima.

"Estou um pouco confusa, porque o pastor diz que é normal, mas eu digo que é um sinal do fim dos tempos", afirmou Enriqueta Mendoza, uma das vizinhas do casal.

"É algo inacreditável, assombroso, nunca visto", expressou, por sua vez, José del Carmen Pérez, que afirmou que o bebê se comporta de modo estranho e "olha feio para as pessoas".

"A Bíblia fala que nos últimos tempos veríamos coisas que jamais acreditaríamos", disse o pastor evangélico da aldeia, Saúl Gutiérrez.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Impactante - A verdade Nua e Crua por tras das guerras, revelada por um veterano. (Legendado)

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

HAARP: Político russo diz que Rússia pode destruir qualquer parte do planeta e matar mais de 100 milhões de pessoas com armas climáticas secretas

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Um líder político de topo Duma causou ondas de choque em uma entrevista de televisão recente, quando ele avisou que a Rússia poderia implantar um arsenal de novas tecnologias para "destruir qualquer parte do planeta " e matar mais de cem milhões de pessoas usando armas secretas do tempo, se os Estados Unidos, a ONU ou a Geórgia tentou parar a entrada da Rússia na OMC. Vladimir Jirinovski é vice-presidente da Duma Estatal da Rússia e líder do Partido Liberal Democrático da Rússia (LDPR), o partido da oposição pela primeira vez oficialmente sancionada após a queda do comunismo. O LDPR tem ligações profundas com o KGB e do Partido Comunista e se tornou uma força importante na política russa, apesar Zhirinovsky próprio marca como sendo um militante neofascista.

De acordo com uma tradução fornecida por um tradutor da Rússia, durante a entrevista Zhirinovsky saiu pela tangente bizarras depois que ele foi questionado sobre como a Rússia deveria tratar os países como a Geórgia e os Estados Unidos que tentam bloquear a entrada da Rússia na Organização Mundial do Comércio.

Dizer que o governo americano em Washington "não tinha futuro"e que "colapso ", Zhirinovsky já supremacia da Rússia no espaço e afirmou que o país tinha "muito dinheiro, recursos, e novas armas que ninguém conhece."

"Com eles vamos destruir qualquer parte do planeta em 15 minutos", ele advertiu sensacionalisticamente.

"Não é uma explosão, e não uma explosão de raios, e não algum tipo de laser, e não um raio, mas uma arma calma e pacífica", acrescentou Zhirinovsky, advertindo que "continentes inteiros, será posto para dormir para sempre"e que"120 milhões vão morrer" se alguém interferiu com a reivindicação russa sobre as ilhas Curilas, que são objecto de uma disputa territorial com o Japão.




A apresentadora do programa feminino notícias sorriu quando ele fez os comentários, mas forma Zhirinovsky estava longe de ser jovial.

MAIS AQUI: http://www.infowars.com/secret-weather-w...politican/

OBS: Prestem atenção nas declarações dele no vídeo. Tem mais coisa envolvida.

Via: http://informaticainteligente.blogspot.com/2011/05/armas-secretas-que-mudam-o-clima-podem.html

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Sinal no Sol é visto em Fátima, peregrinos acreditam em novo milagre

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Mais de 200 mil fiéis participaram da peregrinação internacional de Fátima, na manhã desta sexta-feira (13), no Santuário da Virgem, em Portugal. A missa celebrada pelo cardeal americano Sean O'Malley, arcebispo de Boston (EUA), emocionou os milhares de devotos católicos.

A beatificação do Papa João Paulo II, há 15 dias, no Vaticano, foi o tema central da celebração dos 94 anos da aparição da Virgem a três pastorinhos na cova da Iria, no dia 13 de maio de 1917, hoje, o Santuário de Fátima. Durante a tradicional missa do 13 de maio, o cardeal americano ressaltou o papel e a importância do papa polonês na queda do comunismo.

- A vida de João Paulo II foi poupada no atentado que sofreu a 13 de maio de 1981, para que ele pudesse ser instrumento de Deus para derrubar a Cortina de Ferro e acabar com a opressão política do comunismo no mundo - afirmou O'Malley.

Por volta das 12h40 (8h40 no horário de Brasília), quando surgia a primeira imagem de João Paulo II, em três telões instalados no Santuário de Fátima, muitos fiéis olharam para o céu e começaram a gritar por um "milagre". No céu, uma auréola, com as cores do arco-íris, circulava o sol.

- Eu não posso acreditar no que estou vendo. É um milagre de Deus - afirmou a estudante brasileira Natasha Neves.

- Mesmo que seja um fenômeno natural é muita coincidência - ressaltou o professor húngaro Rodrigo Zohrning.

No final da missa, antes da tradicional procissão do adeus, um vídeo de 13 minutos foi exibido ao público, mostrando relatos da vida de João Paulo II, como as três visitas que o papa fez a Fátima, em 1982, 1991 e 2000. O filme também relembrou o momento em que ele depositou a bala do atentado sofrido na Praça de São Pedro, no Vaticano, no altar de Nossa Senhora de Fátima, levando às lágrimas os milhares de fiéis.

Segundo a direção do Santuário, cerca de 35 mil peregrinos, de 25 países, chegaram a pé até Fátima, este ano, em homenagem à Virgem.

FONTE

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Profecia que prevê destruição de Roma na quarta assusta Itália

terça-feira, 10 de maio de 2011

Uma profecia que diz que um terremoto destruirá Roma na quarta-feira, 11 de maio, causou medo entre a maioria dos cidadãos, que decidiu abandonar a cidade, obrigando as autoridades a tranquilizar a população. Há meses corre pela internet uma suposta profecia do astrônomo e sismólogo autodidata italiano Raffaele Bendandi (1893-1979), que afirma que um tremor de terra de grande intensidade atingirá a cidade de Roma no dia 11 de maio de 2011, destruindo o Coliseu e a Basílica de São Pedro.

Nas últimas semanas os meios de comunicação divulgaram a profecia que assustou a maioria dos romanos, que decidiu abandonar a cidade nesta quarta-feira e passar o dia em fazendas dos arredores, em parques ao ar livre e a muitos quilômetros de distância. Segundo a organização de empresários agrícolas Coldiretti, citada pela imprensa local, as pousadas da província estão "cheias" graças às numerosas reservas feitas por famílias.

A maior parte das lojas administradas por chineses entre a praça Vittorio e ruas adjacentes anunciou o fechamento do comércio na quarta-feira, enquanto a imprensa local garantiu que pelo menos 15% dos funcionários públicos pediram dispensa. Perante a situação criada, a Prefeitura pôs à disposição dos cidadãos um posto telefônico, para tranquilizar à população e oferecer todo tipo de informação.

Por sua vez, especialistas e sismólogos asseguraram que esses prognósticos são falsos, enquanto Paola Lagorio, presidente da Associação La Bendandiana, que guarda o legado de Raffaele Bendandi, sentenciou que a história do terremoto de 11 de maio de 2011 "é uma fraude". "É uma notícia totalmente inventada, obra de alguém que sabe que a única pessoa crível na Itália para uma previsão desse tipo é Bendandi", denunciou Paola Lagorio em um programa da televisão pública RAI.

Segundo Paola, as únicas previsões sísmicas que Bendandi fez são para 6 de abril de 2521, data na qual, segundo seus estudos, a situação planetária pode causar tremores de grande intensidade na Terra. Perante o alarme criado, a associação de consumidores Codacons apresentou nesta terça-feira uma denúncia perante a promotoria de Roma por suposto "delito de abuso da credulidade popular" e pediu para investigarem "todos os que alimentaram e divulgaram a notícia do terremoto".

O presidente da Codacons, Carlo Rienzi, da mesma forma que os especialistas, assinalou que se trata de uma notícia "sem fundamento científico, que esta criando alarme entre muitos romanos, contribuindo para medos totalmente injustificados".

FONTE

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

"Teorias" conspiratórias sobre a morte de Bin Laden

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Bin Laden era um agente americano
Bin Laden era um agente norte-americano e foi morto para que essa informação não se tornasse pública. "O Ocidente estava muito feliz com as operações de Bin Laden nos últimos anos", afirma Javad Jahangirzadeh, membro do comitê de política externa do Irã.

Corpo de terrorista ficou congelado
O corpo de Bin Laden ficou congelado por muitos anos para ser usado como uma potencial ferramenta de propaganda. Quem afirma isso é Alex Jones, apresentador de um talk show em uma rádio americano. Segundo ele, Bin Laden foi morto já em 2002, logo após os atentados de 11 de setembro.

Teatro para invadir o Paquistão
Para o jornal paquistanês Ausaf, os Estados Unidos apenas fingiram que assassinaram Bin Laden no Paquistão. Tudo não passa de um pretexto para invadir o país e ampliar a guerra do Afeganistão.

Foi plano do número 2 da Al Qaeda
A morte de Bin Laden faz parte de um plano feito por Ayman al-Zawahiri (foto), o número dois da Al Qaeda. Segundo o jornal saudita al-Watan, com o líder morto, os egípcios poderiam controlar a organização terrorista.

Bin Laden sabia demais
Para o apresentador Glenn Beck (foto), dono de um dos mais populares programas da "Fox News", Bin Laden sabia onde a Al Qaeda guardava uma bomba nuclear secreta e foi morto para que não revelasse o local a ninguém.

Terrorista está vivo e preso
Mais uma de Glenn Beck. Bin Laden, na verdade, está vivo e preso em um local secreto. Lá, o governo americano está fazendo uma série de interrogatórios, para saber, entre outras coisas, onde está o arsenal nuclear da Al Qaeda.

Casal real sabia de tudo
Sobrou até para o príncipe William e sua mulher Kate. O professor Anthony Glees, da Universidade de Buckingham, disse à imprensa britânica que o casal real adiou a lua-de-mel para evitar conflito com o assassinato de Bin Laden. Qualquer local do mundo seria muito perigoso para eles, que, obviamente, já sabiam que o terrorista seria morto.

Bin Laden morreu de causas naturais
Na verdade, Bin Laden morreu de causas naturais em 2001. Ele sofria de várias doenças, como diabetes, hepatite C e problemas respiratórios e de circulação.

Obama inventou para se reeleger
O apresentador da "Fox News" Andrew Napolitano acredita que Obama inventou a morte de Bin Laden para aumentar suas chances de se reeleger nas eleições do ano que vem.

Obama quis se vingar de Trump
O bilionário Donald Trump (foto) quer concorrer à presidência e vem importunando Obama com perguntas sobre o local de nascimento do presidente. Só para se vingar, Obama resolveu anunciar a morte de Bin Laden durante o reality show que Trump apresenta na TV americana.
FONTE

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

"Profeta" gera pavor em Taiwan ao prever terremoto de 14 graus dia 11 de maio

sexta-feira, 6 de maio de 2011


O autoproclamado profeta "mestre Wang" assegurou que um terremoto de 14 graus, com um posterior tsunami com ondas de 170 m, sacudirá Taiwan em 11 de maio, o que gerou pavor entre a população e levou a um suicídio, informou a polícia nesta sexta-feira.

Ao saber da previsão, um taiuanês de 70 anos que sofria de depressão crônica se jogou do quinto andar de um prédio em Taipé e morreu, segundo o diário Lianhe Bao.

Além disso, promotores taiuaneses iniciaram uma investigação sobre as profecias apocalípticas de Wang, que incutiram o temor em muitas pessoas e levaram à compra de refúgios situados nas regiões montanhosas da ilha.

Em Puli, aldeia localizada nas montanhas centrais, estão sendo construídos cerca de 100 refúgios, que posteriormente são vendidos a preços elevados, o que despertou suspeitas policiais de fraude ou de enriquecimento ilícito com relação às previsões.

Segundo o "profeta", a catástrofe derrubará emblemáticos monumentos da ilha, como a Torre Taipé 101, um dos arranha-céus mais altos do mundo, e o Palácio Presidencial.
FONTE

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Grande asteroide passará 'raspando' pela Terra em novembro

quinta-feira, 5 de maio de 2011


Um grande asteroide vai passar "raspando" pela Terra em novembro deste ano, informou a Nasa, a agência espacial americana.

Embora o asteroide 2005 YU55 tenha sido classificado como um objeto potencialmente perigoso, os especialistas dizem que não há riscos de que ele colida com a Terra nos próximos cem anos.

Esta é a primeira vez que cientistas preveem a passagem tão próxima à Terra de um objeto desse tamanho.

A Nasa informou que um evento como esse não deve se repetir até 2028, quando o asteroide (153814) 2001 WN5 deve passar a uma distância ainda menor do nosso planeta.

Identificado em 2005 pelo astrônomo Robert McMilan, do Spacewatch Program, em Tucson, no Estado do Arizona (EUA), o asteroide 2005 YU55 vai passar a uma distância de 323 mil km da Terra.

Observação

Com cerca de 400 metros de diâmetro, ele poderá ser visto por meio de telescópios relativamente pequenos. O melhor momento para tentar observá-lo, segundo a Nasa, será na noite de 8 de novembro, depois das 21h na zona do Atlântico leste e oeste africano. Mas não será fácil acompanhar sua trajetória, já que o asteroide estará se movendo em alta velocidade.

Segundo descrições, trata-se de um objeto muito escuro, de forma esférica.

Os astrônomos pretendem aproveitar a oportunidade para estudar a rotação do asteroide e determinar a aspereza de sua superfície e sua composição mineral.
Fonte Uol

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

O que estaria por trás da suposta morte de Bin Laden? Ataque nuclear a caminho?

segunda-feira, 2 de maio de 2011

ATENÇÃO: Mídia diz que Bin Laden MORREU. Oras, faz tempo! Qual será a grande jogada Illuminati? "Al-Qaeda" ameaça Europa com bomba nuclear? ATUALIZADO


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Carta do jogo INWO - "Illuminati New World Order", ditador 666

domingo, 1 de maio de 2011





Mais uma carta deste apocaliptico jogo dos Illuminati, a bola da vez foi lançada à mesa e tem pode ter poder de curinga.


Seria somente uma coincidência? Opne!



Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Candidato a Anticristo: O Principe Willian entrará em cena, puxado pelo cavalo branco Daniel

terça-feira, 26 de abril de 2011









A parte mais importante da notícia encontra-se apenas no áudio da reportagem da BBC. “Misteriosamente” a frase abaixo foi suprimida:



“O Cavalo Daniel é considerado um dos mais confiáveis e deve liderar os animais que puxarão o cavalo da Rainha…”



Pergunto à vocês: Em Apocalipse, quem representa a figura do cavalo branco entre os 4 cavaleiros? O Antimessias! Veja:

"E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer." (Apocalipse 6:2)

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Sinais espantosos nos céus conforme profetizado

E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas , e grandes sinais do céu. Lucas 21:11

E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Lucas 21:25





Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Mensagem aos "pastores" que pregam a doutrina da prosperidade

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

A Marca da Besta é a tecnologia do momento, a novidade chega ao brasil via Globo


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

William quer 2 anos de 'férias' com Kate antes de função pública

domingo, 24 de abril de 2011

O príncipe William pediu à rainha Elizabeth 2ª dois anos de tranquilidade com Kate Middleton antes de entrar plenamente na função pública, a fim de que sua esposa não tenha que passar pelas pressões que sofreu sua mãe, Diana, após seu casamento com o príncipe Charles.

Assim revela o "The Sunday Times", acrescentando que William acredita que esta é a melhor maneira de reforçar seu casamento antes que sua vida seja centro de permanente atenção.

O príncipe quer copiar a vida que levou sua avó após se casar em 1947 com o duque de Edimburgo, já que a soberana passou um tempo com seu marido, enquanto este servia em Malta na Marinha.

A informação foi dada por um funcionário do Palácio de Buckingham, residência da Família Real britânica.

Nos meses seguintes ao casamento do príncipe e Kate Middleton, que será realizado no dia 29 em Londres, o jovem não deve tomar parte sozinho em um compromisso oficial.

Segundo o dominical, o príncipe William estudou a forma como sua avó manteve sua vida privada ao longo dos anos.

Elizabeth II e o príncipe Felipe se conheceram oito anos antes de se casar em 1947 e os dois estiveram em Malta alguns anos.

O príncipe Charles e Diana de Gales foram namorados durante um breve período de tempo antes de seu casamento em 29 de julho de 1981, após o qual tomaram parte de vários compromissos oficiais, mas se separaram em 1992 e se divorciaram em 1996.

Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Trump: Obama não é a mensagem certa, o mundo está rindo

domingo, 17 de abril de 2011

O magnata Donald Trump acusou neste domingo o líder americano, Barack Obama, de enfraquecer a imagem dos Estados Unidos perante o mundo, em uma entrevista à emissora CNN. "Obama não é a mensagem certa, o mundo está rindo de nós", assegurou Trump em entrevista para o programa State of the Union. Ele usou como exemplo o papel do governante na operação contra o regime do coronel Muammar Kadafi, na Líbia. "Olha a Líbia, olha esse desastre. Primeiro dizem que estão na operação, depois que não, que não queremos tirá-lo. Ninguém sabe o que estão fazendo", afirmou. O magnata sugeriu que a questão não é permitir que Kadafi continue no poder ou não, nem se deve se tomar o petróleo ou não, mas que os EUA não podemo "ser a polícia do mundo". Perante a surpresa da jornalista, Trump insistiu: "no seu lugar, eu ficaria com o petróleo, lhes daria o suficiente para que pudessem viver muito felizes e ficaria com o petróleo". "Nos velhos tempos, quando um ganhava uma guerra, o país era dele", disse o empresário, que considerou que o governo dos EUA "é o bobo de todo o mundo e está sendo enganado por todos os países". Neste sentido fez referência à China: "estão roubando nossos trabalhos, estão ficando com nosso dinheiro e depois estão nos emprestando. É incrível". Ele disse ainda que aquele país se transformou em uma grande potência econômica "fazendo nossos produtos e manipulando sua moeda". O empresário americano iniciou uma campanha para desprestigiar Obama em debate aberto em 2008 que questiona se o presidente, de mãe americana e pai africano, nasceu nos Estados Unidos. A Constituição proíbe a candidatura presidencial de pessoas nascidas no exterior e o empresário sugeriu que Obama pode ter violado a lei. O empresário cogita a possibilidade de se candidatar para as eleições presidenciais embora ainda não tenha anunciado oficialmente. Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Lady Gaga será Maria Madalena no clipe de "Judas"

quinta-feira, 14 de abril de 2011

A estrela pop Lady Gaga deve causar mais polêmica com o seu próximo clipe, "Judas". A co-diretora do vídeo, Laurieann Gibson, disse a MTV norte-americana que o projeto será a versão da cantora para a Bíblia. Laurieann Gibson contou que Lady Gaga irá interpretar Maria Madalena e o ator Norman Reedus será Judas. "Ele entrou no personagem", declarou. "[O clipe] Vai chocar o mundo. É um vídeo fenomenal, poderoso e impactante. Eu acho que todos vão ficar chocados com o quão inovadora e libertadora será a mensagem", acrescentou Laurieann Gibson. O clipe foi gravado há algumas semanas em Los Angeles, Estados Unidos, mas ainda não tem data de lançamento. O single, segundo do álbum "Born This Way", será lançado oficialmente no próximo dia 19. Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Eua poderia estar por trás do terremoto no Japão/HAARP!?

terça-feira, 15 de março de 2011



Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Comissão Europeia classifica acidente nuclear de apocalipse


A Comissão Europeia qualificou nesta terça-feira o acidente nuclear do Japão de "apocalipse", por considerar que as autoridades locais perderam praticamente o controle da situaçãp na central de Fukushima.



"Se fala de apocalipse e acredito que é um termo particularmente bem escolhido", declarou o comissário europeu de Energia, Günther Oettinger, ante uma comissão do Parlamento Europeu em Bruxelas.

"Praticamente tudo está fora de controle", acrescentou o comissário, que não descartou o pior nas próximas horas e dias no Japão.

Terremoto e tsunami devastam Japão
Na sexta-feira, 11, o Japão foi devastado por um terremoto que, segundo o USGS, atingiu os 8,9 graus da escala Richter, gerando um tsunami que arrasou a costa nordeste nipônica. Fora os danos imediatos, o perigo atômico permanece o maior desafio. Diversos reatores foram afetados, e a situação é crítica em Fukushima, onde existe o temor de um desastre nuclear.

Juntos, o terremoto e o tsunami já deixaram mais de 2,7 mil mortos e dezenas de milhares de desaparecidos. Além disso, os prejuízos já passam dos US$ 170 bilhões. Em meio a constantes réplicas do terremoto, o Japão trabalha para garantir a segurança dos sobreviventes e, aos poucos, iniciar a reconstrução das áreas devastadas.

Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

‘Satanista’ britânico pega perpétua por abuso sexual de menores

sábado, 12 de março de 2011


O líder de um suposto culto satanista na Grã-Bretanha foi condenado à prisão perpétua nesta sexta-feira por crimes sexuais envolvendo, inclusive, menores.

Colin Batley, de 48 anos de idade, foi considerado culpado de 11 crimes, incluindo estupro, incitar crianças a fazer sexo, estimulo à prostituição e posse de imagens indecentes de menores.

O juiz no tribunal da cidade de Swansea (no País de Gales, sul da Grã-Bretanha) afirmou que Batley deve permanecer preso pelo menos 11 anos antes que qualquer pedido de liberdade condicional seja considerado.

Os crimes ocorreram ao longo de décadas na cidade de Kidwelly, perto de Swansea.

'Reino doentio’

"Está claro que você dedicou sua vida nos últimos 12 anos a satisfazer seus desejos sexuais usando qualquer meio à sua disposição. Você não se importava com a idade ou o sexo das vítimas que aterrorizava psicologicamente", disse o juiz.

O magistrado afirmou que Batley "comandava um reino doentio, rodeado por mulheres prestativas que dançavam ao seu comando, um mundo fechado e pervertido no qual crianças e mulheres eram usados como brinquedos sexuais."

O julgamento de cinco semanas considerou ainda três mulheres.

A amante de Batley e considerada a número dois da seita, Jacqueline Marling, 42 anos, foi sentenciada a 12 anos por cumplicidade nos estupros e por incentivar crianças a fazer sexo.

A esposa do líder, Elaine Batley, 47 anos, foi condenada a oito anos de prisão por ter feito sexo junto com o marido e uma menor de idade. Shelly Millar, 35 anos, recebeu uma sentença de cinco anos por ter mantido repetidas relações sexuais com um garoto quando este tinha entre 12 e 15 anos de idade.

Durante o julgamento, a acusação disse que Batley controlava psicologicamente as mulheres, chegando a fazê-las tirar a roupa com um estalar de seus dedos. Algumas mulheres que acompanhavam a audiência no tribunal foram vistas chorando no auditório quando o juiz disse que o líder do grupo poderia passar o resto da vida atrás das grades.

Segundo o que foi revelado no tribunal, os integrantes do suposto culto se reuniam aos domingos, vestidos com roupões, quando escutavam um sermão de Batley, dançavam ao redor de um altar, bebiam vinho e escutavam do líder quem deveria fazer sexo com quem nas sessões grupais.

Crowley

No julgamento, Batley e as outras acusadas afirmaram que o culto satânico nunca existiu, mas o júri não acreditou nesta versão.

Uma das vítimas afirmou aos jurados que, ao engravidar quando adolescente, ouviu de Batley que sua criança seria fruto do oculto e ameaçou matá-la se ela revelasse o que sabia sobre o grupo, de acordo com a imprensa local.

Batley foi detido em sua casa em Kidwelly, local onde ocorriam os supostos rituais, no ano passado. No local, a polícia encontrou material satânico e sobre deidades egípcias.

O júri do caso ouviu que o líder criava comercialmente cães da raça rottweiler e mantinha dois animais para segurança própria. Ele mantinha ainda gatos batizados com nomes relacionados com o ocultismo.


Muitas das vítimas disseram que eram obrigadas a usar crucifixos de cabeça para baixo e ter em suas casas uma cópia do Livro da Lei (Book of Law, em inglês), obra do famoso ocultista inglês Aleister Crowley, escrita no Cairo no começo do século 20.

Fonte BBC

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Veja a lista dos terremotos mais intensos da história

Terremoto de 8,9 graus de magnitude que atingiu o Japão nesta sexta-feira é o 7° maior da história mundial

O terremoto de 8,9 graus de magnitude ocorrido nesta sexta-feira no Japão é considerado o sétimo mais intenso já registrado na história, de acordo com dados do governo dos Estados Unidos.

Segundo informações do Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), o mais forte terremoto da história ocorreu em 22 de maio de 1960, em Valdívia (Chile), com magnitude 9,5.

Este tremor matou 2 mil pessoas e provocou um maremoto com ondas de até 10 metros. As ondas apagaram do mapa cidades inteiras na costa chilena e fizeram vítimas também em outros países banhados pelo Oceano Pacífico.

O segundo maior terremoto já registrado ocorreu no Alasca (EUA), em 27 de março 1964: um abalo de magnitude 9,2 fez 15 vítimas fatais e gerou um tsunami que matou outras 128 pessoas. Seu epicentro foi na região de Prince William Sound, no sul do Alasca.

A ilha de Sumatra, na Indonésia, registrou em 26 de dezembro de 2004 um terremoto de magnitude 9,1, causando um tsunami que matou 230 mil pessoas em 14 países da região. O tremor ocorreu a 30 quilômetros de profundidade no Oceano Índico.

Em 4 de novembro de 1952, um abalo de magnitude 9,0 na península de Kamchatka, extremo oeste da Rússia, gerou ondas gigantes que chegaram até o Havaí, causando prejuízos financeiros de até US$ 1 milhão, mas nenhuma vítima fatal.

Também de magnitude 9,0, dois grandes terremotos abalaram a região de Arica, fronteira entre Peru e Chile, em 13 de agosto de 1868. Diversas cidades foram afetadas pelas ondas causadas pelo tremor, que vitimou cerca de 25 mil pessoas.

Outro terremoto de magnitude 9,0 ocorreu em 26 de janeiro de 1700 em uma região de cerca de 1.000 km na costa noroeste da América do Norte, entre os Estados Unidos e o Canadá. O tsunami que se seguiu chegou até o Japão. Não há estimativa de vítimas.

Em sétimo lugar, fica o tremor de magnitude 8,9 que atingiu o Japão por volta das 15h (horário local) de 11 de março de 2011. O epicentro foi na costa próxima à província de Miyagi, a 373 km de Tóquio.


Dois terremotos na história tiveram magnitude de 8,8. Um ocorreu no Chile, em 27 de fevereiro de 2010, matando mais de 800 pessoas e deixando cerca de 20 mil desabrigados. O epicentro foi a região de Bío-Bío, a cerca de 320 km ao sul de Santiago.

O outro atingiu a costa entre o Equador e a Colômbia em 31 de janeiro de 1906, matando entre 500 e 1,5 mil pessoas. O tremor chegou a ser sentido em San Francisco (EUA) e no Japão.

Três terremotos já foram registrados com magnitude 8,7: Em 1º de novembro de 1755, um tremor de magnitude 8,7 destruiu Lisboa, matando cerca de 70 mil pessoas.

Já em 4 de fevereiro de 1965, um tremor também de magnitude 8,7 atingiu as ilhas Rat, no Alasca (EUA), gerando um tsunami de cerca de 10 metros de altura na ilha de Shemya. Apesar disto, o abalo causou poucos danos.

Em 8 de julho de 1730, um terremoto de igual magnitude atingiu Valparaíso (Chile), gerando um tsunami e causando danos em diversas cidades da costa, mas causando poucas mortes

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Colapso Econômico, Fome e Miséria Programados e Iminentes.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Israel poderá tentar acordo de paz provisório com palestinos

terça-feira, 1 de março de 2011

Israel avalia acordo provisório de longa duração com palestinos

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, trabalha com a possibilidade de propor um acordo provisório de longa duração com os palestinos, ao invés de tentar retomar as negociações de paz, indicou nesta quarta-feira a imprensa israelense.

Israel optou por não enviar delegados a Bruxelas, onde negociadores palestinos se reuniram nesta quarta-feira com representantes do Quarteto para o Oriente Médio (ONU, Estados Unidos, UE e Rússia) para tentar retomar o processo de paz.

"Os palestinos não querem estabelecer negociações sérias, por isso é preciso examinar a ideia de um acordo provisório em longo prazo", declarou uma fonte do gabinete de Netanyahu ao jornal israelense Hayom, considerado próximo a Netanyahu.

Esse plano poderá prever a criação de Estado palestino com fronteiras provisórias, enquanto se prosseguirá conversando sobre os principais pontos de um possível acordo final, afirma o Haaretz.

Michael Mann, porta-voz da chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, confirmou nesta quarta-feira que um encontro foi realizado em Bruxelas a portas fechadas entre representantes do Quarteto e negociadores palestinos.


MAIS DO MESMO

Israel avalia a possibilidade de tentar um acordo de paz interino com os palestinos, disse uma autoridade israelense na terça-feira, indicando que o governo poderá abandonar os esforços para um acordo amplo e único.
A autoridade, que pediu para não ser identificada, afirmou que o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, poderá buscar uma "via gradual" rumo a um acordo permanente em vez de um tratado que resolva todas as questões essenciais, como o desejado pelos EUA e pelos aliados europeus.

"Obviamente, Israel preferiria (as negociações sobre) um acordo de status final, mas as recusas palestinas tornam isso difícil", afirmou a autoridade.

As negociações promovidas pelos EUA entre os dois lados foram interrompidas no ano passado depois que Netanyahu se recusou a estender um congelamento parcial nas construções das colônias judaicas da Cisjordânia ocupada.

As autoridades israelenses argumentam há muito tempo que um acordo provisório disseminado ao longo de vários anos seria mais fácil de concluir do que a negociação de um tratado único que lidasse com todas as questões difíceis e básicas, como a situação de Jerusalém.

FONTE FONTE2

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Obama considera inconstitucional lei que proíbe casamento gay

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011


WASHINGTON, 23 Fev 2011 (AFP) -O presidente americano, Barack Obama, considera "inconstitucional" a lei que proíbe o casamento gay e pediu a seu governo que não a apoie nas disputas judiciais sobre esse tema, anunciou nesta quarta-feira o procurador-geral, Eric Holder.
Obama considera que a lei federal chamada de "Defesa do matrimônio", que estipula que um casamento é resultado da união de um homem e de uma mulher, é "inconstitucional", afirma Holder em um comunicado.

"Como consequência, o presidente ordenou ao Departamento de Justiça que não defenda essa lei" nos tribunais, completou Holder.

Obama chegou à conclusão, "depois de um exame cuidadoso de diversos elementos, que incluem uma detalhada documentação sobre discriminação", que a questão do casamento homossexual deve ser examinada "sobre a base de critérios mais amplos" e que não há nenhum "fundamento racional" para discriminar os casais do mesmo sexo.

A decisão do presidente americano ocorre em meio a dois casos que estão atualmente em tramitação na Justiça.

O presidente refere-se à seção 3 da lei votada em 1996 que define o casamento como "uma união legal entre um homem e uma mulher" e exige dos cônjuges que sejam de "sexos opostos".

Até agora, o governo podia intervir diante dos tribunais para se opor a casais homossexuais invocando esta lei.

A decisão de Obama envia um forte sinal ao movimento que luta pela legalização das uniões homossexuais nos Estados Unidos, atualmente autorizadas em seis estados (Connecticut, Iowa, Massachusetts, New Hampshire, Vermont) e na capital, Washington.

A organização de defesa dos direitos dos gays Human Rights Campaign cumprimentou a decisão "monumental" do presidente e estimou que a lei sobre o casamento era discriminatória.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Pastor é suspeito de abusar de oito meninas em Franca


A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Franca, no interior de São Paulo, está investigando uma denúncia de abusos sexuais que teriam sido praticados por um pastor evangélico de 32 anos. As vítimas são oito meninas, entre 13 e 16 anos, que teriam sofrido assédio e carícias, entre agosto de 2010 e janeiro deste ano.

O pastor teria cometido os abusos quando as meninas iam à sua casa à noite para cuidar de seus dois filhos, de 3 e 6 anos. A denúncia foi feita por uma mãe ao Conselho Tutelar, que encaminhou o caso à DDM ontem, quando foi registrado um boletim de ocorrência. O pastor não estaria em Franca, mas será intimado a depor.

O vereador e pastor Otávio Pinheiro (PTB) disse que seu colega foi afastado das funções quando a diretoria da Igreja Evangélica Assembleia de Deus tomou conhecimento das acusações. Isso teria ocorrido há pelo menos dez dias. Ele foi substituído e a igreja aguardará a investigação da Polícia Civil para definir qual será o seu destino.

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Homofobia, 2011 será de tranformações

2010 pode ter sido um ano de grande crescimento no país e de realizações de vários objetivos sociais.

Mas em termos de respeito à igualdade sexual, não se pode dizer que tenha sido um mar de rosas.

Estatísticas divulgadas recentemente apontam um acréscimo de quase 70% em agressões e homicídios de homossexuais nos últimos anos.

Às contundentes imagens de jovens agredidos com uma lâmpada fluorescente na avenida Paulista, se somaram manifestações discriminatórias logo em seguida ao término da campanha presidencial.

Encurralado em época eleitoral, o projeto que pretendia criminalizar a homofobia, sucumbiu, com forte resistência das igrejas. Atacado principalmente por religiosos católicos e evangélicos, que buscam o direito de pregar que a homossexualidade é pecado, a proposta acabou arquivada com o fim da legislatura.

A ideia medieval de que o homossexual é anormal ou doente, um atentado ao humano ou mesmo às leis divinas, continua sendo indevidamente propagada. E assim fornece considerável combustível para as mais diversas formas de violência.

Para caminhar em direção a uma sociedade igualitária, será preciso romper de uma vez por todas com esse quadro de preconceito e repressão.

2011 pode ser o ano da virada.

Na pauta do STF, por exemplo, está uma ação que tende a alargar o espectro da união homoafetiva. Os direitos da união estável de companheiros do mesmo sexo vêm sendo reconhecidos gradualmente em decisões esparsas pelo país afora, na extensão dos benefícios previdenciários, na partilha de bens ou na concessão da adoção.

A ação em discussão no STF trata do reconhecimento da união homoafetiva no regime jurídico dos funcionários do Rio de Janeiro. Mas a importância maior reside na referência que uma decisão do plenário do Supremo sobre o tema, possa fornecer ao conjunto da magistratura.

Infelizmente apenas a ação judicial não será suficiente para estancar o longo percurso discriminatório.

Políticas públicas como a difusão de informações que enfrentem de cara o bullying nas escolas serão imprescindíveis para formar uma geração mais tolerante.

Mas o Congresso provavelmente será convocado a retomar a análise do projeto que insere a homofobia na punição do preconceito.

É certo que a criminalização por si só não é porto seguro para resolver qualquer problema social. Muitas vezes o direito penal mais agrava que soluciona questões.

Mas trata-se aqui de promover um paralelismo que, a essa altura, se traduz em um imperativo categórico: se as discriminações são criminalmente punidas (de sexo, credo, raça, etnia), não há como evitar que também o sejam as que envolvam a orientação sexual e a identidade de gênero. Como assinala o art. 7º da Declaração Universal dos Direitos Humanos, todos têm direito à proteção contra qualquer discriminação.

E é notório que a discriminação pela orientação sexual tem hoje um enorme potencial de violência, muito mais frequente entre nós, aliás, do que a já punida intolerância religiosa.

Por tudo isso, é de se reconhecer que homofobia seja punida como o racismo.

Por fim, a questão que aflige aos religiosos.

A criminalização da homofobia não é atentado à liberdade de expressão nem a crença religiosa. Justamente ao contrário, é parte inalienável da afirmação dessas liberdades.

A proteção da diferença, o culto ao pluralismo, a proibição da intolerância são matrizes comuns que garantem, sobretudo, a extensão da dignidade a todas as pessoas humanas, e não apenas a determinados grupos ou seitas.

É exatamente na luta contra a discriminação que se protegem os mais variados credos e crenças.

Mas os limites de toda e qualquer expressão também se encontram na preservação da dignidade humana.

Se isso vale para impedir chutar a santa, quanto mais bater no gay.

Nossas leis penais são pródigas em tutelar o patrimônio.

Não lhes faria mal algum defender um pouco também a pessoa.

Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Unesco se posiciona a favor de kit do MEC contra homofobia

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) se posicionou favoravelmente ao kit anti-homofobia desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC). Consultada pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transexuais (ABGLT), a entidade afirmou, por meio de ofício, que os materiais educativos do projeto "estão adequados às faixas etárias e de desenvolvimento afetivo-cognitivo a que se destinam, de acordo com a Orientação Técnica Internacional sobre Educação em Sexualidade, publicada pela UNESCO em 2010".

No documento, a UNESCO destacou que o kit utiliza "a mesma abordagem teórico-vivencial que é adotada pelo Programa Brasileiro Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE), coordenado pelos Ministérios da Educação e da Saúde, com apoio das Nações Unidas no Brasil".

A organização parabenizou o MEC e a ABLGT, afirmando que está certa de que o material "contribuirá para a redução do estigma e discriminação, bem como para promover uma escola mais equânime e de qualidade".

- Neste sentido, entendemos que este conjunto de materiais foi concebido como uma ferramenta para incentivar, desencadear e alimentar processos de formação continuada de profissionais de educação, tomando-se como referência as experiências que já vêm sendo implementadas no país de enfrentamento ao sofrimento de adolescentes lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e transgêneros.

Sobre o apoio institucional solicitado pela ABLGT ao projeto Escola sem Homofobia, a UNESCO esclareceu que só pode incluir sua logomarca em materiais produzidos pela entidade ou naqueles resultantes de acordos de cooperação técnica. Ela, no entanto, colocou-se à disposição para "discutir possibilidades de cooperação futura".

Polêmica

O projeto Escola sem Homofobia começou a ser desenvolvido pelo MEC a partir da constatação de que são recorrentes casos de discriminação a adolescentes homossexuais no ambiente escolar.

Apelidado pejorativamente de "kit gay", o material didático, que contém cartilha, cartazes, folders e cinco vídeos educativos, vem dividindo opiniões e provocando discussões inflamadas. A principal crítica é que estimularia a homossexulidade entre crianças e adolescentes.

A proposta do Ministério da Educação é distribuir o kit inicialmente em 6 mil escolas públicas já em 2011, mas há mobilizações na internet tentando impedir a circulação do material.


Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Tempestades solares podem causar catástrofes mundiais


Interferência externa: cientistas estão preocupados com prossíveis prejuízos com explosões solares. na inagem, tempestade solar ocorrida na semana passada
O clima espacial, em particular o do Sol, merece atenção pelos prejuízos que pode causar aqui na Terra, alertaram neste fim de semana cientistas da Europa e Estados Unidos, durante a reunião anual da Sociedade Americana para o Avanço da Ciência (na sigla em inglês, AAAS).

A estrela tem passado por um período de relativa calmaria nos últimos dez anos, período no qual o mundo se tornou muito dependente de recursos tecnológicos potencialmente vulneráveis ao fênomeno.

Tom Bogdan, diretor do Centro de Meteorologia Espacial dos Estados Unidos, descreveu a sequência de eventos de uma tempestade mais forte: “No começo, a radiação eletromagnética ionizaria a camada mais externa da atmosfera, o que afetaria a atividade dos satélites dos GPS – o sistema pararia de funcionar,” afirmou aos jornalistas. A interferência nos satélites de GPS poderiam acarretar não só problemas de localização como também inutilizar as maquininhas de cartão de crédito, que usam o sistema. Vinte minutos após a tempestade, uma descarga de prótons chegaria aos polos e ao equador, o que pode danificar seriamente os satélites de comunicação. E finalmente, 20 a 30 horas depois do evento inicial, um jato de átomos ionizados (conhecidos como plasma) causariam um bonito efeito de auroras boreais até a latitude do México, mas também poderiam induzir correntes elétricas em oleodutos e cabos de alta tensão, sobrecarregando o sistema elétrico ao ponto do colapso.

Com a aproximação de um próximo período de pico de atividade solar, em 2013, agências governamentais estão discutindo medidas preventivas para evitar maiores prejuízos. “O importante é não entrar em pânico”, disse Jane Lubchenco, diretora da NOAA, (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional). Um exemplo pode ser a Suécia, que montou um plano de contingência que inclui capacitores nas redes elétricas e paradas estratégias nos serviços de telecomunicações.

Mas todo cuidado é pouco. Na semana passada, os telescópios da Nasa observaram a maior explosão solar dos últimos quatro anos. Por causa dela, as companhias aéreas tiveram que evitar as rotas que passavam pelas regiões polares, porque haviam fortes chances dos sistemas de comunicação por rádio não funcionarem, prejudicando milhares de pessoas que iam ao Pacífico e à Ásia. “Como vamos ter mais e mais eventos do tipo, e eles serão cada vez mais variados, as palavras chave são prever e preparar”, finalizou Jane.

Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Gigantesca erupção solar atrapalha comunicações na China

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

A maior erupção solar dos últimos quatro anos, que ocorreu na segunda-feira, já foi sentida na Terra. As partículas emitidas pela estrela causaram uma tempestade geomagnética no campo magnético do nosso planeta e interromperam comunicações de rádio na China e ainda podem danificar satélites e redes de energia. As informações são do site da Fox News.

A labareda registrada no Sol é da classe X, a maior classe de erupção solar. Segundo a Nasa, a agência espacial americana, a primeira onda de radiação, viajando na velocidade da luz, demorou 8 minutos para atingir a Terra.

O fenômeno também causa a ejeção de prótons e elétrons, evento chamado de ejeção de massa coronal. Essas partículas levam mais tempo para chegar ao nosso planeta, o que significa que ainda podemos sentir seu efeito nesta quinta-feira.

Órgãos governamentais emitiram alertas para indústrias sobre os possíveis problemas causados pela erupção do Sol. "Esses alertas são enviados para companhias elétricas, aéreas, de GPS, militares, rotas marítimas, apenas para nomear algumas poucas indústrias que podem ser afetadas pelos impactos de uma labareda solar e sua associação com a ejeção de massa coronal", diz Phil Chamberlin, cientista da Nasa, ao site.

Contudo, se a erupção causa problemas à indústria e às comunicações, ela também é responsável pelo intensificação das auroras, principalmente nas próximas duas noites.

O Sol está intensificando suas atividades após anos de calmaria. Essa mudança já era prevista e faz parte de um ciclo de 11 anos. Os cientistas estimam que o pico das atividades solares, como as erupções, ocorra em 2013.
Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Corte de Nova York tem manual para lidar com 'Apocalipse'

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Texto em 'juridiquês' fala sobre procedimentos em caso de grandes catástrofes, como ataques terroristas e epidemias em massa

Grandes catástrofes, como ataques terroristas e epidemias em massa geram dúvidas entre profissionais de resgate, médicos e funcionários do governo.

E também representam desconcertantes questões jurídicas, inclusive algumas que podem ser dolorosas de considerar, como a forma como os tribunais decidirão quem receberá remédios capazes de salvar vidas, caso haja mais vítimas do que suprimentos.

Mas os tribunais, como os bombeiros e detetives de homicídio, existem, em parte, para lidar com essas questões impossíveis. Também por isso, foi publicado neste mês em Nova York um manual judicial oficial do Estado para servir como um guia para os juízes e advogados que possam enfrentar perguntas desagradáveis em um cenário de um novo ataque terrorista, uma grande contaminação radiológica ou química ou uma epidemia generalizada.

Está tudo lá, em "juridiquês", no manual publicado pelo sistema judicial e pela Ordem dos Advogados do Estado. Quarentenas. O fechamento de empresas. O abate dos animais infectados e a apreensão dos bens. Quando as leis podem ser suspensas e se as pessoas infecciosas podem ser isoladas contra a sua vontade ou submetidas a tratamento obrigatório.

As realidades legais mais surpreendentes são tratadas com eufemismos típicos de advogados. O manual atesta que o governo tem amplo poder para declarar um estado de emergência. "Depois disso ser feito, as autoridades locais podem estabelecer toques de recolher, amplas zonas de quarentena, o fechamento do comércio, a restrição de assembléias públicas e, em certas circunstâncias, a suspensão das leis locais".

Publicado com o título de Manual Jurídico de Saúde Pública do Estado de Nova York, o livro do juízo final não anuncia nenhuma nova lei, mas descreve a legislação em vigor e dá aos advogados e juízes diretrizes para lidar com situações assustadoras.

O manual fornece um catálogo de possíveis pesadelos de terrorismo, como episódios de disseminação de antraz, varíola ou botulismo. Ele detalha procedimentos para garantir que as pessoas afetadas por normas de emergência consigam audiências e advogados. Ele menciona ainda que, no caso de um ataque, os oficiais podem controlar o tráfego, as comunicações e os serviços públicos.

Suspensão de leis

Mas o guia também apresenta uma interpretação sóbria de como pode ser a realidade em tempos terríveis. A suspensão das leis, ele diz, está sujeita aos direitos constitucionais. Mas então acrescenta: "Isso não deve ser um obstáculo, porque restrições constitucionais federais e estaduais permitem ações rápidas em situações de emergência".

Quando não houver remédio suficiente para todos em caso de emergência, observa, não há nenhuma regra jurídica clara. O manual sugere que decisões judiciais provavelmente envolveriam uma análise que "equilibrasse a obrigação de salvar o maior número de vidas com a obrigação de cuidar de cada paciente", talvez dando preferência para aqueles com a melhor chance de sobreviver. O texto lembra, porém, que as pessoas idosas e com deficiência podem ter um direito legal se forem discriminadas nesses momentos de crise.

Donna Lieberman, diretora executiva do Sindicatico de Liberdades Civis de Nova York, disse que o livro de 88 páginas lembra os panfletos Cliffs Notes que ajudaram gerações de alunos a aprender Macbeth. "Nem preciso dizer que isto tudo me deixa um pouco nervosa", disse ela, acrescentando que as questões jurídicas levantadas no livro são "sutis, delicadas e difíceis".


Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Sol tem maior erupção em 4 anos e pode causar danos na Terra

O Sol produziu na terça-feira sua maior erupção dos últimos quatro anos, o que indica um novo ciclo de atividade solar, após um longo período de calma, informou a Nasa, a agência espacial americana.

"O Sol produziu sua primeira explosão de categoria X - a mais elevada - em mais de quatro anos no dia 15 de fevereiro", diz o comunicado. O Observatório de Dinâmica Solar da Nasa registrou um flash de radiações ultravioletas de forte intensidade em uma região muito ativa do hemisfério sul do Sol, correspondente à mancha número 1158. O hemisfério sul do Sol era até agora menos ativo que o norte.

A erupção foi precedida por várias explosões de menor potência, das categorias M e C, nos dias anteriores. Esta forte erupção foi acompanhada pela ejeção de massa coronal, uma forte explosão magnética na coroa do Sol que lançou ao espaço plasma ionizado a cerca de 900 km/s, que deve atingir a órbita da Terra às nesta quinta-feira.

As erupções solares desta potência podem provocar graves perturbações nas telecomunicações, na Terra e no espaço, assim como nos sistemas de distribuição elétrica, advertiu a Nasa.

Em 1972, uma tormenta magnética provocada por erupção solar deixou 6 milhões de habitantes da cidade de Quebec sem energia elétrica.
Fonte

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

OVNIS: A OPERAÇÃO DO ERRO SE APROXIMA!

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Há alguns meses dissemos aqui no Partículas que não tardaria para que o assunto extraterrestre saísse das sombras do conhecimento humano, pelas vozes de nossos governantes. No post Eles Já Estão Aqui comentamos sobre a divulgação de documentos e das 'falsas decobertas' com o intuito de preparar o terreno para a revelação a respeito. O que vimos após esta postagem foi apenas o que já era previsto, os governos agora falam abertamente sobre o assunto e com ajuda de agências governamentais e programas secretos, estamos ficando cada vez mais próximos do grande impacto que tanto ansiamos: Não Estamos Sós.

Obviamente para você isso não é novidade, querido leitor. Já acompanha há tempos assuntos relacionados e têm mais conhecimento que muitos ufólogos tradicionais. Com certeza muitas pessoas o menosprezaram devido ao seu entendimento, criando um rótulo "lunático" em sua pessoa. E não adiantava falar do tamanho do universo, das incontáveis provas físicas e da racionalidade por detrás desta constatação. Quem não quer ver nunca verá.


Quando finalmente ocorrer a revelação, esta humanidade sofrerá um impacto tão grande, que muitos ficarão sem chão. Está tatuado em cada ser humano a solidão existencial de tal modo, que mais do que chocante, a revelação será assustadora.

A humanidade tem problemas dentro da própria raça, devido a cores de pele. Aliás, nada mais estúpido que criar sub-raças baseadas no tom de pele. Neste planeta só existe uma raça: a raça humana. A cor da pele é apenas uma particularidade, algo como uma pintura de um carro. Mas o carro não deixa de ser carro por causa de sua cor.

E se a humanidade encontra esse tipo de problema com pessoas da mesma raça, que dirá quando descobrir outros seres, esses sim de outra raça.

Estão preparando o caminho há algum tempo, mas mesmo assim não será suficiente. A humanidade não está preparada para isso, mas é necessário que voltemos a ter contato com o resto do universo. Essa quarentena já deu o que tinha que dar.

Os céticos irão finalmente cair na real e compreender que sua postura infantil e limitada só atrasa seu próprio desenvolvimento. O ceticismo é a fragilidade, a limitação de não conseguir conceber algo que sua mente pueril não pode entender. E quando finalmente os últimos véus forem rasgados, todos os céticos e pseudo-céticos levarão os famigerados tapas na cara, os tapas de um despertar, mesmo que forçado e incompleto.

A realidade da raça humana está prestes a ser completamente alterada. Algo dessa grandeza muda o consciente coletivo e a maneira como definimos quem somos e para onde vamos, além de redefinir o nosso passado. As peças do quebra-cabeça serão finalmente encaixadas corretamente e aqueles ainda em dúvida, finalmente conseguirão as respostas para seus dilemas. A repercussão não se dará apenas no mental, mas também no emocional coletivo.




As implicações religiosas obviamente serão as maiores. Por isso não nos espanta que o Vaticano já esteja admitindo a presença alienígena e proporcionando revelações espirituais, mesmo que em ritmo lento.

E os governos, embora quisessem adiar esta revelação por muito mais tempo, se vêem sem grandes espectativas no tangente à ocultação, uma vez que a queda por esta será muito grande. Quando um número razoável de mentiras vêm à tona, cria-se uma bola de neve que sai derrubando toda a estrutura manipulatória, criando problemas inimagináveis para seus ocultores.

Esteja Pronto para Fornecer Explicações

Não é necessário dizer a importância que cada um de vocês terá neste processo. As pessoas ao redor, a maioria esmagadora da população não apenas cochila, mas está num estado profundo de sono e não tem a capacidade intelectual e espiritual de compreender sobre vidas em outros planetas, seres inteligentes diferentes da forma humana e tecnologias que transcendem as barreiras dimensionais. Isso é algo mais do que novo, mas completamente confuso de ser assimilado.


Desta forma, sua importância está em fornecer a informação da maneira mais correta possível para que o entendimento seja total. Lembre-se, querido leitor, de que você não deve ensinar aos outros da maneira como compreende algo, e sim, da maneira que possam compreender. Não se ensina a crianças sobre a gravidade da mesma maneira que se faria a um adulto.

As pessoas mais simples, como dissemos anteriormente, não verão seres de outros planetas, verão anjos e demônios; não verão a liberdade consciencial, verão o fim do mundo; os cristãos protestantes verão demônios e anti-cristos; os místicos e cegos da nova era verão salvadores. Nada disso corresponde à simplicidade da questão. Nada disso ajuda a ninguém.

Este é um momento maravilhoso de se viver, algo com que muitos sonham desde pequenos e teremos essa oportunidade de vivenciá-lo. Não pense em aparência, veja além das máscaras. Todos os seres racionais têm almas, são espíritos como nós. Eles não são melhores, são iguais. São nossos irmãos cósmicos, e devemos respeitá-los e não reverenciá-los; devemos aprender com eles, mas não serví-los; devemos amá-los e não temê-los.

Sei que não é uma tarefa fácil explicar a entes queridos a verdade dos fatos, tenho familiares muito ingênuos e humildes que nem sabem muito inclusive sobre o que há além da Terra, mas você é um farol, lembra? Então, o esclarecimento é uma parte de suas obrigações como desperto. Sim, eu disse obrigações. Estar desperto é acumular responsabilidades. Isso é ética espiritual e apenas quem está com o coração aberto pode compreendê-la.

Os Crop Circles já deveriam há muito tempo ter aberto a mente das pessoas, mas as mídias e a ciência tradicional os renegaram. Mas a negação não consegue ficar em pé por muito tempo. Quando a verdade é inevitável, só o que se pode fazer é abrir caminho.

Ainda não sabemos até quando a revelação será adiada, mas uma coisa é certa, ela virá, não tenha dúvidas. Vemos sua aproximação a cada dia, a cada nova declaração oficial, a cada nova aparição em massa de ovnis. Eu estou animado, e você?

Vamos na Paz.


FONTE

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Barril de Polvora - Manifestações tomam conta de países do mundo árabe

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Os protestos no mundo árabe visam instalar uma verdadeira democracia, com eleições que levem realmente em consideração a vontade da maioria. Os países da região são conhecidos pela falta de liberdade de imprensa e pensamento e por governantes que se perpetuam no poder.

Os egípcios, por exemplo, se mostram cansados de corrupção. Eles querem a saída imediata do ditador Hosni Mubarak, ex-comandante das Forças Aéreas do país, que está há três décadas no poder. A extrema pobreza faz com que as reivindicações por mudanças sejam maiores. Cerca de 40% dos egípcios são obrigados a viver com menos de US$ 2 por dia. O desemprego está em nível assustador, muito acima do encontrado em países emergentes que passam por um bom momento.

Não se sabe até onde essa indignação vai parar. "As massas árabes estão frustradas e zangadas, em toda parte", disse o secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa, ao jornalista da Folha Clóvis Rossi, deixando claro que o incômodo não se restringe a somente alguns países.

Seja como for, o mundo espera que as reformas, caso realmente ocorram e onde venham a ocorrer, resultem em avanços para todas as pessoas que por lá vivem.

LÍBANO

O Hizbollah e seus aliados deixaram o governo de coalizão do ex-premiê Saad al Hariri em 12 de janeiro pela resistência dele em desautorizar o tribunal da ONU que deve indiciar integrantes da milícia xiita por atentado que matou, em fevereiro de 2005, seu pai, o ex-premiê Rafik Hariri.

Sem força, com a imagem desgastada, Saad Hariri renunciou à negociação para formar um governo de união nacional. Ele anunciou a sua decisão aos meios de comunicação depois de se reunir com o presidente, Michel Suleiman.

Bilal Hussein/AP

Manifestantes apoiam transformações políticas ocorridas nos países da região em Beirute, capital do Líbano

Suleiman abriu consultas ao Parlamento para que seja designado novo premiê ou para que Hariri receba novo mandato.

A nomeação de Najib Mikati é percebida como uma vitória do Hizbollah. Os muçulmanos sunitas leais ao ex-premiê Hariri -- que conta com o apoio do Ocidente e da Arábia Saudita-- protagonizaram um "dia de fúria" para protestar contra a indicação do bilionário sunita Mikati, parlamentar de centro com laços tanto na Arábia Saudita como na Síria.

Mikati ocupou o cargo de premiê durante três meses em 2005, logo após a morte de Hafik Hariri. Foi nesse período que a Síria --aliada do grupo xiita e também acusada pelo assassinato do então premiê-- encerrou sua presença militar no Líbano.

Mikati enfatizou nesta segunda-feira que vai representar todo o Líbano, mesmo tendo insistido que protegerá "as realizações da resistência nacional" -- uma referência ao Hizbollah.

"Não faço distinções entre ninguém", afirmou ele, formado na Universidade Harvard (EUA) e um empresário com fortuna estimada em US$ 2,5 bilhões. "Ofereço minha mão a todos sem exceção. [...] Digo ao premiê Saad Hariri: vamos todos trabalhar juntos pelo bem do Líbano."

É significativo o Hizbollah ter escolhido um candidato centrista, mesmo que o grupo tenha conseguido poder suficiente para governar sozinho. A ação indica que o Hizbollah está pelo menos levando em consideração a ideia de que um governo de unidade pode ser formado.

O vice-premiê de Israel, Silvan Shalom, já tinha dito que havia um perigo de que um "governo iraniano" se estabelecesse no Líbano. Ele afirmou que o Hizbollah "pode não mais ser um simples grupo terrorista operando com apoio do Irã, mas um grupo terrorista no controle do país".

TUNÍSIA

Em um dos dias de protestos mais intensos que resultaram na queda do ditador Zine el Abidine Ben Ali, ao menos 5.000 tunisianos estiveram no lado de fora do Ministério do Interior da Tunísia, na capital Túnis. A declaração de Ben Ali na véspera de que não concorreria à quinta reeleição em 2014 não acalmou os ânimos.

A multidão gritava frases como "Ben Ali, saia!" e "Ben Ali, obrigada, mas já é o suficiente" diante do prédio do ministério, após marchar pelas principais avenidas da cidade. Outros usavam, em meio ao hino nacional, termos mais pesados como "Ben Ali assassino".

Christophe Ena/AP

Jovem tunisiano protesta contra a presença no poder dos partidários do ex-ditador Ben Ali

A polícia permaneceu apenas observando os jovens pendurados sobre postes de luz, lotando os telhados das casas e as principais ruas da capital. Um policial antidistúrbios chegou a dar um sinal de positivo com o dedão para um manifestante que carregava uma placa com lemas antigoverno.

O resultado de tanta insatisfação foi a queda de Ben Ali. Ele deixou a Presidência e o país no dia 14 de janeiro, após mais de um mês de protestos populares contra a pobreza, o desemprego e a corrupção.

O governo de transição da Tunísia, comandado pelo primeiro-ministro Mohamed Ghannouchi, anunciou a troca de 12 ministros para tentar conter os protestos contra a participação de ex-integrantes do regime de Zine Abidine Ben Ali, derrubado no dia 14 de janeiro depois de 23 anos no poder.

"Este governo é interino e vai continuar até completar sua missão de levar o país à democracia", disse Ghannouchi na TV, em discurso para anunciar a mudança.

O primeiro-ministro interino da Tunísia, Mohamed Ghannouchi, prometeu abandonar a política após as eleições. A declaração foi dada em entrevista a uma emissora tunisiana.

Aliado-chave do ex-ditador Ben Ali, Ghannouchi ainda tenta convencer os manifestantes de que as mudanças no país são concretas. Junto ao governo de transição, o premiê anunciou eleições livres para o país dentro de seis meses, mas a data permanece indefinida.

Ghannouchi se desvinculou do partido do ditador, afirmando que o governo interino precisa de "mãos limpas". Contudo, o premiê também frisou a importância de políticos experientes para a transição.

IÊMEN

Dezenas de milhares de pessoas convocadas pelos principais partidos da oposição iemenita se concentraram, na última quinta-feira (27), em quatro pontos da capital Sanaa para pedir que o presidente (na verdade, ditador) do país, Ali Abdullah Saleh, desista de uma nova reeleição.

Abdullah Saleh está no poder desde 1990. São mais de vinte anos sem alternância.

Khaled Abdullah/Reuters

Ativista manifesta contra o governo do Iêmen na capital do país

"Não à reeleição", diziam os cerca de dez mil participantes de uma das quatro concentrações, realizada perto da Universidade do Iêmen, no centro de Sanaa, como constatou a agência de notícias Efe.

Os manifestantes foram convocados pelo comitê conjunto da oposição, que reúne seis formações lideradas pelo Partido da Reforma Islâmica e que engloba também vários partidos laicos, como o Partido Socialista e o Partido Baath.

JORDÂNIA

Milhares de jordanianos, mais de 3.000 pessoas, saíram às ruas após as orações muçulmanas de sexta-feira para pedir ao rei Abdullah 2º a destituição do primeiro-ministro, Samir Rifai, e a adoção de reformas econômicas e políticas.

"Saudações ao povo egípcio, nossa nação se inspira em vocês" e "Ben Ali (ditador da Tunísia expulso pelos manifestantes do país), cuidado, Hosni Mubarak vai se unir a você" eram palavras ditas em voz alta pelos manifestantes que carregavam bandeiras da Jordânia.

Os cidadãos se manifestaram pela terceira semana consecutiva nas ruas da capital, Amã, e nas cidades de Irbid, Zarqa, Ajlun, Mafrak, Karnak e Ácaba.

Os partidos islâmicos na oposição, os sindicatos, a sociedade civil e os grupos de ativistas convocaram e lideraram os protestos.

Os participantes levantaram cartazes e gritaram palavras de ordem pedindo ao rei Abdullah 2º que destitua o governo de Rifai porque, segundo os manifestantes, o primeiro-ministro fracassou em sua tentativa de satisfazer as exigências dos cidadãos jordanianos.

Também exigiram a dissolução do Parlamento, que elegeu recentemente Rifai por um grande maioria, e pediram a formação de um governo de transição que convoque novas eleições.

EGITO

Os egípcios, a exemplo dos povos vizinhos, pedem a renúncia do ditador Hosni Mubarak em uma série de protestos realizados em todo o país, com destaque para as cidades de Alexandria, Suez e Cairo, a capital do país.

Felipe Trueba/Efe

Manifestantes chegam ao coração do Cairo, a capital do Egito, com o objetivo de protestar contra Mubarak

Até agora, conseguiram a renúncia oficial dos ministros que integram o governo egípcio. "Pedi ao governo para renunciar e formarei um novo governo", afirmou o ditador no pronunciamento transmitido pela TV. Mas o grande objetivo, como se sabe, é a saída de Mubarak.

No sétimo dia de protestos na nação mais populosa do mundo árabe, milhares de manifestantes se reuniram na praça Tahir, no Centro do Cairo, gritando: "Saia. Queremos você fora", além de cantar o hino nacional egípcio.

Soldados presentes no local olhavam os manifestantes, mas não faziam nada.

Os protestos começaram na semana passada motivados pela frustração com a repressão, corrupção e a falta de democracia sob os 30 anos de governo de Mubarak.

Mais de cem pessoas foram mortas em confrontos com as forças de segurança em episódios que mudaram a imagem do Egito como sendo um país estável, com um mercado emergente promissor e um destino turístico atrativo.

Fonte:Folha.com

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Milhares de peixes aparecem mortos também no Rio Negro - Pantanal

Técnicos do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) estiveram em Aquidauana (a 130 km de Campo Grande) para investigar a morte de milhares de peixes, verificada há quase uma semana no rio Negro, no Pantanal.

Segundo nota divulgada pelo governo de Mato Grosso do Sul, os peixes foram encontrados mortos na região, que é um importante local de reprodução de espécies do Pantanal.

O órgão suspeita que a mortandade tenha relação com uma queimada na região, 20 dias atrás. Com as chuvas, as cinzas podem ter sido levadas para o rio, retirando o oxigênio da água.

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) de Mato Grosso do Sul informou que também investigará as mortes.

Folha.com

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Jesse Ventura: Wall Street – Falência Global

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011


Jesse Ventura e sua equipe provam e desvendam que a crise financeira mundial de 2008 foi forjada, e que uma crise ainda pior está por vir.



Fonte Fimdostempos.net

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.